cabecalho Anais2

ANTES CEDO DO QUE TARDE: O APRENDIZADO DA COMBINATÓRIA NO INÍCIO DA ESCOLARIZAÇÃO

  • Atualizado: 25 Fevereiro 2016
  • Tamanho: 765.23 KB
  • Downloads: 73
  • Autoria: Rute Elizabete de Souza Rosa Borba

RESUMO: Argumenta-se que a Combinatória pode ser trabalhada desde os anos iniciais do Ensino Fundamental, baseando-se na observação de ideias combinatórias no cotidiano das crianças; em recomendações curriculares; na verificação de que materiais didáticos já incluem diferentes tipos de situações combinatórias; em referenciais que defendem o longo processo de desenvolvimento de conceitos; e na constatação de que as crianças novas já são possuidoras de algumas noções combinatórias. Diante da observação de conhecimentos iniciais e perante indicação de dificuldades que estudos anteriores apontaram, são apresentados estudos com o objetivo de pesquisar a eficácia de recursos para a aprendizagem da Combinatória no início da escolarização. Observou-se que o uso de material manipulativo, tais como figuras dos elementos de conjuntos dados, possibilita que crianças, desde a Educação Infantil, sejam levadas a pensarem sobre como é possível combinar elementos de distintas maneiras. Constatou-se que material manipulativo, amparado no olfato e tato, pode também auxiliar crianças com deficiência visual, assim como crianças videntes. Verificou-se que a construção de árvores de possibilidades, seja em lápis e papel, seja no computador, também é um recurso que pode contribuir para a aprendizagem da Combinatória por crianças nos anos iniciais do Ensino Fundamental, lançando, desse modo, bases para aprendizados posteriores.

Palavras chave: Combinatória. Anos iniciais de escolarização. Recursos de ensinoaprendizagem.