cabecalho Anais2

A MULTIPLICAÇÃO COMBINATÓRIA NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

  • Atualizado: 25 Fevereiro 2016
  • Tamanho: 614.14 KB
  • Downloads: 107
  • Autoria: Vera Lucia Ferreira e Ana Maria Carneiro Abrahão

RESUMO: O texto que aqui apresentamos reflete parte de um estudo investigativo realizado por Vera, professora de Classe Especial e de Sala de Recursos, para uma monografia de conclusão do curso de Pedagogia. Com o objetivo de procurar entender como alunos com necessidades especiais podem compreender as diferentes ideias do campo multiplicativo e apresentar reflexões sobre alternativas possíveis para a ampliação da ação pedagógica de professores de alunos especiais incluídos nos anos iniciais do Ensino Fundamental, Vera estudou um caso, um aluno da sua classe especial. Vergnaud e Vigostki fundamentaram a base teórica desse estudo. Essa investigação mostrou que a multiplicação combinatória teve um grande apelo reflexivo ao caso estudado. O aparato lúdico e manipulativo e as possibilidades de representações significativas proporcionadas pelas atividades de combinatória indicaram fortes indícios de favorecimento à memorização reflexiva de eventos de aprendizagem vivenciados em sala de aula. O ambiente de aprendizagem favorável associado às atividades desafiadoras e à afetividade presente na relação professor-aluno podem trazer contribuições pedagógicas na qualidade da aprendizagem matemática de alunos com necessidades especiais.

Palavras chave: Multiplicação combinatória. Matemática inclusiva. Anos iniciais